Infecções Urinárias

O nosso Professor começou por definir o Universo como um local de alta competição à qual estamos necessariamente sujeitos. Temos no nosso corpo mais micróbios que células, portanto podemos dizer que: - Somos “um território onde os nativos são menos que os migrantes”. Não temos raciocinado bem quando consideramos os migrantes menos amigos, pois as nossas amigas bactérias são-nos muito úteis e estão preparadas para desempenhar tarefas que as células não executam, como por exemplo a produção vitamina K para evitar hemorragias.

Talvez no futuro possamos perceber quais são as amigas e as inimigas e evitar com a tomada de antibióticos, destruir as amigas como um dano colateral quando queremos atacar as inimigas. Os antibióticos actuais são muito fortes porque já há resistência aos anteriormente usados. Nós vivemos com vírus, fungos e bactérias e transportamo-los sobretudo na pele, que se renova com alta frequência por ser muito agredida. A higiene da pele é importante mas deve haver atenção para não eliminarmos a gordura que é necessária à pele. Lavar sim, mas sobretudo com água evitando o uso de “sabões” que retiram a gordura total. A pele deve estar intacta pois qualquer ferimento na pele é uma porta de entrada para agressores.

A boca é um dos pontos mais vulneráveis, pelo que, devemos sempre respirar pelo nariz, dado que os cornetos e pelos do nariz não só filtram o ar como o aquecem o que nos protege.

Muito embora na boca os micróbios sejam um pouco destruídos é no estômago pelo efeito do ácido clorídrico que a grande parte morre. Os que mesmo assim sobrevivem e são eliminados pelas fezes são um perigo, pois pelo extracto urinário podem vir a causar infecções que serão tanto mais frequentes quanto mais as defesas estiverem enfraquecidas.

O idoso tem os seus glóbulos brancos menos eficientes e portanto está mais exposto, pelo que, a doença não se cura, mata-se parte das bactérias e amortece-se outra parte.

A infecção renal é frequente e pode ser Descendente ou Ascendente. A primeira é pouco comum e deriva das bactérias trazidas no sangue, a segunda Ascendente é a mais vulgar (97%) podendo ocasionar várias patologias conforme a zona afetada: Uretrite- uretra; Cistite-Bexiga; Nefrite-Rim; Pielonefrite-toda a zona renal.

Há produtos a evitar com vista à diminuição das infecções urinárias como: sódio, picantes, efervescentes. Evitar também a roupa apertada.

Recomendação importante “BEBER MUITA ÁGUA”

Suzete Rego

Como prevenir as infecções urinárias

Infecções Urinárias by Slidely Slideshow

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.