Olho Vermelho

O aparecimento do olho vermelho, em geral, não é um problema complicado, mas não deve ser descurado.

A razão deste aparecimento, deve-se  à inflamação da conjuntiva , que é a designação dada aos tecidos em redor do olho. Pode ser :

-Viral, Bacteriana ou Alérgica.

-Blefarite

Quer a Viral, quer a Bacteriana são ambas muito contagiosas. A Viral dura uma a duas semanas , sem pus e com lágrima. A Bacteriana tem pus, sensação de corpo estranho, olhos colados ao acordar e sem dor.

A Alérgica não é contagiosa e está associada a doenças alérgicas. Pequena vermelhidão, prurido e lacrimejo, sem sensação de corpo estranho e sem dor.

Blefarite é a inflamação das margens das pálpebras, provoca vermelho pouco intenso, muito lacrimejante, caspa e crosta na pálpebra e fotofobia mas com boa visão.

Síndrome do olho seco, Hemorragia subconjuntival, pterígio, uveíte anterior e  esclerite são outras patologias menos vulgares, cuja manifestação  passa por olho vermelho, excepção para  pterígio que é o crescimento do tecido conjuntivo com origem no lado da base do nariz. Provoca ardência e visão turva e motiva lacrimejo. É benigno e resolve-se com cirurgia.

Apesar de, como foi dito, habitualmente evoluir positivamente o oftalmologista deve ser consultado:

- se houver dor intensa , alteração de visão e  secreções purulentas

-se se estiver a tomar anticoagulantes ou antiagregantes

- se houver hipertensão  arterial .

O tratamento pode ser medicamentoso ou cirúrgico.

Suzete Rego

Desenvolvimento do tema

Olho Vermelho by Slidely Slideshow

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.